01 setembro 2008

O Sino da Paz

 Em 1985 Evandro Vieira, Bárbara Stella e Leo Toniolo fundaram o grupo artístico e pacifista "Embaixada da Paz" com o objetivo de estimular e alimentar uma rede mundial de ação pela paz, a "Aliança Mundial Pela Paz". Essa missão tem sido cumprida através do desenvolvimento de uma série de projetos de repercussão nacional e internacional, entre os quais destacamos:

     Seus projetos em educação, sempre muito originais, foram inicialmente dedicados às crianças não escolarizadas e em situação de risco e exclusão social.

     Durante sete anos, a EmPaz desenvolveu projetos ligados à Arte e à Educação para crianças que viviam nas ruas em Caxias, Copacabana e Centro do Rio de Janeiro, viabilizando através de oficinas de arte uma alternativa de reintegração social para elas.

     A Embaixada da Paz, colaborando com os trabalhos que antecederam a promulgação da nova Constituição, viabilizou juntamente com a Pastoral do Menor de Duque de Caxias o depoimento de "crianças de rua" que entregaram ao Deputado Ulisses Guimarães um documento conclusivo produzido por eles nas oficinas do projeto "A CONSTITUIÇÃO DA CRIANÇA DE RUA": Uma placa de asfalto onde estavam gravadas as suas reivindicações que gostariam de ver contempladas na "nova lei brasileira".

     A Embaixada da Paz foi condecorada por representantes da ONU (Organização das Nações Unidas), recebeu uma Moção da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, da Câmara dos Deputados em Brasília e reconhecimento da Fundação ABRINQ, pelos trabalhos realizados em defesa dos direitos das crianças.

     Em 1986, vestiu o Cristo Redentor - RJ com a gigantesca Bandeira da Paz, marca registrada do grupo, em recepção à "Tocha" na "Primeira Corrida Mundial Pela Paz"promovida pelas Nações Unidas.

 "Embaixada da Paz" o "Sino da Paz".

 Em 1988 Evandro e Bárbara, confeccionaram para a "Embaixada da Paz" o "Sino da Paz".

   Considerado um objeto de arte único  do gênero no mundo,   foi feito a partir de 250 kgs. de sucata de munição deflagrada sobre pessoas em guerras e conflitos como Vietnã, Oriente Médio, São Paulo, Rio de Janeiro e ainda na Primeira e Segunda Guerra Mundial. Sua simbologia encerra todo o significado da transmutação da cultura da violência (munição deflagrada sobre pessoas) em cultura de paz(representada pelo som dos sinos).

    O "Sino da Paz" foi confeccionado especialmente para  participar da campanha "Vamos Despertar o Mundo Para a Paz" (1987), organizada mundialmente pela "Embaixada da Paz" que durante dez anos promoveu o soar simultâneo de sinos ao redor do mundo, tocados   por  grupos e pessoas pacifistas em vinte países. Soou pela primeira vez pelas mãos do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em uma cerimônia ecumênica no Jardim Botânico - RJ, em 1988.

    Desde então tem participado em eventos e campanhas pela Paz, como VIGíLIA MUNDIAL PELA PAZ, REAGE RIO, BASTA EU QUERO PAZ! , quando várias personalidades como D. Paulo Arns, Yoko Ono, Dalai Lama entre tantos artistas, educadores, religiosos, cientistas , esportistas, crianças e adultos o fazem  soar num apelo à Paz.

    Em 2001 foi o tom do "SINO DA PAZ" que afinou em rede nacional de rádio e tv o coração do Brasil antes e após os três minutos de silêncio pela paz, quando todas as emissoras saíram do ar durante a abertura do Festival Rock'n'Rio III.

    A partir de 1998  a Embaixada da Paz desenvolveu o Projeto Educação, Cultura e Indústria para a Paz, com o apoio do PEA UNESCO(Programa de Escolas Associadas) percorrendo escolas de todo o Brasil, levando a professores e alunos o ABC da Paz através do livro "Árvore Mágica da Paz" e atividades pensadas especialmente para cada escola.

1 comentário

Flávia disse...

Olá Evandro e Bárbara!

Recebi um grande presente na entrada do ano: o livro de vocês. Lindo!!!!Parabéns!
Como lancei um livro recentemente: Quero ver verdejar - uma história em quadrinho baseada nos direitos humanos (vem com lápis de cor pra colorir e um cd) o Carioca me deu um livro de vocês. Estou articulando para poder distribuir os livros nas escolas.
Resolvi entrar em contato, pois a paz e os direitos humanos se tornam a cada dia o leme que guiam o barco da vida aqui na Terra.
Gostaria muito de conhecê-los! Mais uma vez pabéns pelo amplo trabalho pela paz!!!

Abraço,
Flávia

Postar um comentário

Gostou do MRNV? Então cadastre-se para receber manifestações por Email ou RSS. Não gostou? Entre em contato e sugira uma pauta.

Design by Humanista ^